Presidente do STJ planeja busca e apreensão contra procuradores da Lava Jato, diz jornal

Entre os possíveis investigados estão Deltan Dallagnol, Januário Pauludo, Diogo Castor e Orlando Martello Júnior

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Humberto Martins, planeja operações de busca e apreensão contra integrantes da extinta força-tarefa Lava Jato.

De acordo com informações d’O Globo o inquérito do tribunal cita nominalmente seis investigadores que compunham a Lava Jato: Deltan Dallagnol, Diogo Castor de Mattos, Januário Paludo e Orlando Martello Júnior.

A investigação do STF tem como base os materiais obtidos pela Operação Spoofing, que contém conversas entre os procuradores que atuavam na Lava Jato.

Humberto Martins quer apurar as razões pelas quais ele e seu filho, o advogado Eduardo Martins, foram delatados pelo ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, cuja negociação teve início na força-tarefa de Curitiba.