A cidade que não se pode morrer, Sucupira ao contrário

Santana no Amapá é uma cidade em que não se pode dizer que vai descansar em paz! Pois não temos vaga em nosso único cemitério.

Outras gestões preocupadas com este pequeno (grande) detalhe, até chegaram a locar uma nova área, para depois da antiga lixeira viciada que era a porta da nossa Cidade.

Ocorre que sem planejamento e continuidade de gestão, nada foi feito.

Com o advento da pandemia do Covid19 no mundo, ficaram expostas as nossas mazelas, a falta de direção, de atitude e finalmente a falta de um capitão que coloque nosso Município para enfrentar está doença tem nos deixado desnorteados.

Informações desencontradas, liberações de feiras e depois não liberação de feiras.

Aí chega no celular uma notícia, estão quebrando as calçadas internas do cemitério para enterrar pessoas, conforme o áudio existente:

Lembrando o que ocorreu em Sucupira na série “bem-amado”:

“O “bem-amado” em questão é o corrupto e demagogo Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo), candidato a prefeito de Sucupira, adorado pela maior parte da população. Como não há um cemitério na cidade, o que obriga os moradores a enterrar seus mortos em municípios vizinhos, o político se elege com o slogan “Vote em um homem sério e ganhe um cemitério”. O problema é que não morre ninguém para que a obra seja inaugurada. O prefeito resolve, então, lançar mão de todo tipo de artifício para não perder o apoio popular, até mesmo consentir a volta à cidade do matador Zeca Diabo (Lima Duarte), com a garantia de que ele não será preso. Há a esperança de que ele mate alguém e lhe arranje um defunto. O prefeito só não imaginava que Zeca Diabo volta a Sucupira disposto a nunca mais matar ninguém, pois quer virar um homem correto.” (Fonte: https://memoriaglobo.globo.com/entretenimento/novelas/o-bem-amado/trama-principal/)

Acredito que Santana virou Sucupira ao inverso: NÃO PODEMOS TER MORTOS!

Já temos nosso Odorico Paraguaçu Tupiniquim, está aqui em Santana, quebrando as calçadas internas de movimentação de nosso cemitério para proceder seus enterros!

Logo a dica que dou: “Fique em casa”, pois aqui você não tem nem como descansar em paz!

Para matar as saudades aconselho ver a inauguração do cemitério de “bem-amado”, abaixo o vídeo, bom para dar umas risadas:

Autor: Mário Antonio Marques Fascio (Fascio), é analista de sistema, um observador da vida política de nosso Município de Santana-AP.