Deus ama você

Há inúmeras passagens na sagrada escritura que indicam que Deus ama você, que Ele ama a toda a sua criação.

O mesmo Deus que era antes que tudo pudesse existir, é o mesmo Deus que lá do alto do seu trono lhe conhece intimamente, sabe todos os seus pensamentos e sonda o seu coração. Esse mesmo soberano senhor é aquele que é capaz de te amar sendo você o mais miserável dos pecadores.

Afirmo tudo isso com propriedade, pois Deus é amor!

Em 1 João 4:16 fica evidente o quanto Deus ama você: “Deus é amor, e aquele que permanece no amor permanece em Deus, e Deus nele”.

Como sei que Deus ama você?

Tão simples como o amanhecer de cada dia é saber identificar o quanto Deus ama você, e ama mesmo, ama muito! O exemplo mais claro e irrefutável do amor de Deus é a entrega do seu único filho pregado em uma cruz para te dar salvação frente a um mundo pecaminoso: “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3:16)

Se Deus é amor, então o amor é Deus?

De maneira alguma podemos confundir o “Deus é amor” com o “amor é Deus”. Como muitos de nós falamos, há diversas formas de amar e, muitas delas, bem estranhas e controversas, a exemplo de amores passionais, amores onde o indivíduo esquece de si mesmo e passa e viver a vida do outro como se não houvesse mais nada a que se importar, quando claramente a bíblia diz que devemos amar ao próximo como amamos a nós mesmos. Se você não consegue se amar a ponto de ter que se anular em prol do outro, certamente o que você sente não é amor.

O amor de Deus é o amor ágape, que no grego significa amor incondicional. Esse amor é próximo ao amor que sente uma mãe por seu filho. Porém, o amor incondicional o qual Deus sente por nós transcende ao amor materno, pois em sua palavra Ele declara que ainda que uma mãe venha a se esquecer do seu filho, Ele jamais se esqueceria de ti (Isaias 49:15).

Como sei que Deus me ama?

Deus ama você! Não é preciso entender como é o amor de Deus, basta senti-lo e saber interpretá-lo. Falamos aqui sobre a entrega do seu único filho em prol de nós, falamos também que o amor de Deus por você é o amor ágape, ou seja, incondicional, citamos ainda que Deus é amor como indica 1 João 4:16, mas se ainda for pouco, podemos usar como exemplo a passagem que diz que as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, vejamos: “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã; grande é a tua fidelidade.” (Lamentações 3:22-23).

Há o que possa nos separar do amor de Deus?

Cristo quando abriu mão de reinar ao lado do Pai e viver entre os homens por 33 anos, buscou nos mostrar o tamanho do amor de Deus para com a humanidade, sim, a partir dessa afirmação você pode ter certeza: Deus ama você!

Observe um novo relato, na carta de Paulo ao Romanos, no capítulo 8, versículos 38 e 39, onde claramente é notório o quanto Deus ama você e o quanto o autor da nossa vida nos ama: “Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.”

Não tenha mais dúvidas quanto ao amor de Deus para com você. Ame-o do fundo do seu coração, acima de tudo e todos. Saiba que nada pode ser mais forte e eficaz do que o amor do Pai.

Mário Antonio Marques Fascio

Presidente Administrativo da IVPD

Você pode reproduzir o texto citando a fonte