Amapá tem mais de 19 mil casos confirmados de coronavírus

Matemática do covid

O Governo do Amapá atualiza nesta quinta-feira,18, o boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus no estado. Agora, são 19.387 casos confirmados e 10.740 em análise laboratorial. Os testes também descartaram 14.708 casos suspeitos.

O boletim de agora traz 769 novos casos confirmados, sendo 149 em Macapá, 168 em Santana, 42 em Laranjal do Jari, 20 em Mazagão, 47 em Oiapoque, 61 em Pedra Branca, 76 em Porto Grande, 8 em Serra do Navio. 52 em Vitória do Jari, 29 em Tartarugalzinho, 15 em Amapá, 13 em Ferreira Gomes, 38 em Cutias e 51 em Calçoene.

A atualização inclui também 4 novos óbitos ocorridos em Macapá, no período de 13 a 21 de maio. Todos estavam sob investigação.

Os óbitos são de duas mulheres de 43 e 69 anos, ambas sem comorbidades declaradas e falecidas no Centro Covid 2. Também faleceram dois homens, ambos sem comorbidades declaradas. Um deles, de 58 anos, no Centro Covid 2; o outro, de 72 anos, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Álvaro Corrêa.

Assim, o Amapá chega a 342 mortes em 15 municípios. (Macapá 208 / Santana 45 / Laranjal do Jari 38/ Mazagão 6/ Oiapoque 8/ Pedra Branca do Amapari 5/ Porto Grande 5/ Serra do Navio 4/ Vitória do Jari 10/ Tartarugalzinho 1/ Amapá 4/ Ferreira Gomes 2/ Cutias do Araguari 2 / Calçoene 2/ Pracuúba 2).

Entre os recuperados, estão 8.766 pessoas. (Macapá 4.072 / Santana 537/ Laranjal do Jari 1.561 / Mazagão 158/ Oiapoque 637/ Pedra Branca 664/ Porto Grande 107/ Serra do Navio 284/ Vitória do Jari 123/ Itaubal 55/ Tartarugalzinho 196/ Amapá 83/ Ferreira Gomes 123/ Cutias do Araguari 68/ Calçoene 90/ Pracuúba 8).

Dos 19.387 casos confirmados:

  • Macapá: 8.111
  • Santana: 2.448
  • Laranjal do Jari: 2.402
  • Mazagão: 619
  • Oiapoque: 1.164
  • Pedra Branca: 1.669
  • Porto Grande: 472
  • Serra do Navio: 351
  • Vitória do Jari: 608
  • Itaubal: 156
  • Tartarugalzinho: 243
  • Amapá: 206
  • Ferreira Gomes: 204
  • Cutias do Araguari: 314
  • Calçoene: 330
  • Pracuúba: 90.

Já em relação aos casos suspeitos, os municípios declaram 16.005, sendo:

  • Macapá: 8.455
  • Santana: 2.478
  • Laranjal do Jari: 2.001
  • Mazagão: 430
  • Oiapoque: 316
  • Pedra Branca do Amapari: 10
  • Porto Grande: 320
  • Serra do Navio: 60
  • Vitória do Jari: 681
  • Itaubal: 15
  • Tartarugalzinho: 403
  • Amapá: 95
  • Ferreira Gomes: 67
  • Cutias do Araguari: 515
  • Calçoene: 40
  • Pracuúba: 119

O número de pessoas com Covid-19 em isolamento hospitalar nas redes pública e privada é de 256 pacientes, sendo 150 casos confirmados e 106 suspeitos.

Entre os casos confirmados, 127 estão no sistema público (47 em leito de UTI /80 em leito clínico) e 23 estão na rede particular (17 em leito de UTI /3 em leito clínico).

Já entre os casos suspeitos, 32 estão no sistema público (1 em leito de UTI /31 em leito clínico), e 74 estão na rede particular (13 em leito de UTI /61 em leito clínico).

Em isolamento familiar: 10.129

Todos estes dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.

Profissionais do Hospital de Santana passam por testagem do Covid-19

O Governo do Estado do Amapá realizou na manhã desta terça-feira (02), mais uma ação de testagem rápida para covid-19 em profissionais de saúde, desta vez, no Hospital Estadual de Santana. Foram feitos 237 testes. 
A ação faz parte das medidas do Estado de atenção aos profissionais que atuam na linha de frente do combate à covid-19. Trata-se de uma trabalho contínuo. 
Dos 237 testes:
• 161 – testaram não reagente.  • 56 igG – fase que não apresenta risco de transmissão e já se encontra recuperado.  • 12 igM e igG – estágio inicial de recuperação.  • 8 igM – quando o paciente está na fase aguda. 
O farmacêutico da SVS, Giovani Mariano, avalia a ação de maneira positiva. 
“Tivemos um alto índice de pessoas com igG, que são os infectados que já criaram anticorpos contra o vírus. Isso é uma boa notícia, porque além do sistema imunológico deles combater o vírus, não apresentam mais sintomas, não transmitem mais, o que significa que podem voltar para ajudar os colegas de trabalho no combate ao coronavírus”, disse Giovani.

A matemática não mente, veja como o COVID pode afetar em nosso Município

Matemática do covid

Temos cerca de 120 (cento e vinte mil) habitantes, pelos cálculos menos alarmantes, creem que 70% (setenta por cento) pegaram o vírus do COVID.

Vejamos 70% de 120 mil habitantes, perfaz um montante de 84.000 pessoas infectadas, teremos em nosso Município pasmem, 84 mil pessoas com o vírus, temos um índice de morte de 2% (dois porcento) dos que contraem a doença não sobrevivem, ou seja, 1.680 pessoas mortas, se está projeção acontecer não teremos hospital, leitos de UTI, cemitério, ou câmaras frigoríficas para suportar tantas mortes, ressaltamos que pode ser mas grave senão dermos a assistência básica adequada aos doentes.

Logo temos que manter o lockdown existente para o achatamento desta calamidade, mas também temos que tomar medidas paralelas para tentar que não atinjamos este índice alarmante, que medidas?

  1. Alimentar as pessoas que precisam em sua residência, um programa para levar o alimento a quem, mas precisa;
  2. Ter os remédios da assistência básica nas farmácias para que as pessoas não agravem seu estado de saúde;
  3. Realização de testes para mapeamento das pessoas e de bairros mais afetados, e exames de alta complexidade ambulatorial como a tomografia computadorizada;
  4. Aferição dos bairros mais afetados para que seja tomada medidas de desinfecção e sanitárias;
  5. Manutenção de EPI´s para os trabalhadores da saúde e população que precise trabalhar;
  6. Confecção é distribuição de mascaras para a população que não pode adquirir.

Com estas medidas podemos diminuir as perdas que teremos, e quem sabe baixar os índices.

Hora de união entre os poderes, união, estado e município, para que possamos depois voltar a nossa normalidade.

Por Mário Antonio Marques Fascio. Fascio é analista de sistema, um observador da vida política de Santana-AP.

Fascio, defende em redes sociais uma transparência mais democrática no dinheiro do Covid19.

Assim como o governo e a prefeitura divulgam todos os dias o boletim “Coronavírus” com o número de pessoas infectadas, mortas, curadas etc, vou sugerir que também divulguem simultaneamente e da mesma forma o valor dos Recursos Federais Recebidos (RFR) e como estão sendo usados.

QUEREMOS O “BOLETIM RFR” nas redes sociais, não somente no “Portal da Transparência”. Você também apoia essa sugestão? Então compartilhe! Juntos contra a corrupção.

Por – Mário Antonio Marques Fascio (Fascio)

Prefeitura de Santana lança edital para contratação de profissionais da saúde

Praça da Bíblia

A Prefeitura lançou o edital de chamada pública emergencial para contratação de profissionais de saúde para atuação na linha de frente do combate à Covid-19 no município.

As vagas são para médico, enfermeiro, fisioterapeuta, biomédico, psicólogo, farmacêutico, assistente social, técnico em enfermagem, técnico em laboratório, condutor de veículo de emergência, assistente administrativo e serviços gerais.

O processo seletivo será realizado através de análise curricular, com 75 vagas de contratação imediata e 275 para formação de cadastro reserva.

As inscrições acontecem nos dias 11 e 12 de maio (segunda e terça), exclusivamente através de e-mail.

Mais informações e edital:
https://santana.ap.gov.br/prefeitura-de-santana-lanca-edital-para-contratacao-de-profissionais-da-saude/

Caixa Econômica Federal fechada em Santana

Caixa Econômica Comunicado

Tive agora no Banco do Brasil e pessoas acessaram as instalações sem máscara, precisamos ajudar o governo neste momento de pandemia, já perdemos a agência da Caixa, de acordo com o comunicado estará fechada à partir de amanhã, pois um funcionário pegou o coronavírus, fique em casa! Se sair use máscara! Queremos encontrar você vivo após está pandemia.

Porquê estamos perdendo a guerra para o covid19 em Santana-AP

dados coronavírus em santana

Este quadro reflete a demora e o despreparo de nosso prefeito na condução da pandemia que tem assolado a nossa cidade.

Demora para tomar decisões que já deveriam ter sido tomadas como: Testagem em massa, mapeamento de zonas que o Covid19 vem se expandido, decisões urgentes que tem que serem tomadas e não são, elaboração de um projeto para o combate, limpeza geral da cidade com a lavagem das ruas, compra da produção dos produtores, entre outras medidas.

Vimos um monte de informações desencontradas, abertura e volta atrás das feiras públicas, relaxamento das medidas restritivas.

Estamos em um barco sem rumo e não podemos dizer que está faltando dinheiro para o combate a pandemia, vejamos:

Santana recebeu R$ 19.508.226,44 (dezenove milhões, quinhentos e oito mil duzentos e vinte e seis reais e quarenta e quatro centavos), temos quase R$ 38.000.000,00 (trinta e oito milhões) resultados de um TAC, que pode ser utilizados num momento deste de crise.

O que nos falta? Um comandante que coloque nosso barco no rumo certo, estamos à deriva, chafurdados na vaidade de nosso gestor máximo, que não se aliou nem mesmo ao Governo do Amapá para combater a pandemia.

É unanime que não vemos nenhum rumo, para se ter uma ideia tínhamos três respiradores, hoje temos cinco respiradores, um aumento ridículo, quantos teste o munícipio já fez?

Quando foram proceder uma compra que seria para matar a fome da população, houve indícios de superfaturamento, UMA VERGONHA! Pois neste momento só está desconfiança já é tremendamente vergonhoso, as pessoas que precisavam ficaram sem receber o benefício.

Senão tomarmos as medidas que a Organização Mundial de Saúde – OMS manda não sairemos do isolamento social e quais são:   

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde, OMS, Tedros Ghebreyesus, apelou a todos os países a realizarem mais testes do novo Corona vírus, covid-19, dizendo que é impossível “combater um incêndio com os olhos vendados.”

Segundo ele, “não se pode conter esta pandemia sem saber quem está infectado” e a mensagem da agência é simples: “testem, testem, testem.”

Segundo ele, é a combinação de mais testes, isolamento e rastreamento de contatos que “faz a diferença.” 

Pronto está aí o primeiro passo teste e mapeamento, como enfrentar a pandemia às escuras.

Então pedimos que iniciem o combate de uma maneira humilde e responsável, antes de pensar em alguma liberação, pois até agora estamos perdidos num mar de desinformação.

As previsões são catastróficas, pois enquanto nossos gestores pensarem “barco perdido bem carregado”, o povo ira pagar está conta cara.

Oremos para que tudo der certo!

Autor: Mário Antonio Marques Fascio (Fascio), é analista de sistema, um observador da vida política de nosso Município de Santana-AP.

Morre Pimpolho Sanches

Os meios de comunicação e radiofônicos de Santana estão de luto. Faleceu na noite deste sábado (02), em Macapá, o radialista Rodivaldo dos Santos Medeiros, mais conhecido como Pimpolho Sanches.
De acordo com as primeiras informações, o radialista apresentou problemas renais e pulmonares, sendo levado ainda no início dessa semana ao Hospital de Santana, onde seu estado de saúde logo agravou-se.

Diante da situação, foi transferido para a capital, onde seguia internado no Hospital de Emergências.

Na última quinta-feira (30/04), sua esposa Rubiane Moreira ainda postou no Facebook um pedido de oração em favor de seu companheiro.
“Peço que todos meus familiares e amigos que orem pelo Pimpolho Sanches (meu esposo) que se encontra internado, vai ser preciso operar ainda hj, ele está precisando muito de suas orações”, assim diz um trecho da mensagem postada por sua esposa nas redes sociais.

Pimpolho carinhosamente chamado assim quando me enxergava gritava: “Vem para Jesus!” um de seus bordões, que o pai acolha ele nesta data, e traga aos seu familiares refrigerio e conforto, meus sinceros sentimentos!

A cidade que não se pode morrer, Sucupira ao contrário

Santana no Amapá é uma cidade em que não se pode dizer que vai descansar em paz! Pois não temos vaga em nosso único cemitério.

Outras gestões preocupadas com este pequeno (grande) detalhe, até chegaram a locar uma nova área, para depois da antiga lixeira viciada que era a porta da nossa Cidade.

Ocorre que sem planejamento e continuidade de gestão, nada foi feito.

Com o advento da pandemia do Covid19 no mundo, ficaram expostas as nossas mazelas, a falta de direção, de atitude e finalmente a falta de um capitão que coloque nosso Município para enfrentar está doença tem nos deixado desnorteados.

Informações desencontradas, liberações de feiras e depois não liberação de feiras.

Aí chega no celular uma notícia, estão quebrando as calçadas internas do cemitério para enterrar pessoas, conforme o áudio existente:

Lembrando o que ocorreu em Sucupira na série “bem-amado”:

“O “bem-amado” em questão é o corrupto e demagogo Odorico Paraguaçu (Paulo Gracindo), candidato a prefeito de Sucupira, adorado pela maior parte da população. Como não há um cemitério na cidade, o que obriga os moradores a enterrar seus mortos em municípios vizinhos, o político se elege com o slogan “Vote em um homem sério e ganhe um cemitério”. O problema é que não morre ninguém para que a obra seja inaugurada. O prefeito resolve, então, lançar mão de todo tipo de artifício para não perder o apoio popular, até mesmo consentir a volta à cidade do matador Zeca Diabo (Lima Duarte), com a garantia de que ele não será preso. Há a esperança de que ele mate alguém e lhe arranje um defunto. O prefeito só não imaginava que Zeca Diabo volta a Sucupira disposto a nunca mais matar ninguém, pois quer virar um homem correto.” (Fonte: https://memoriaglobo.globo.com/entretenimento/novelas/o-bem-amado/trama-principal/)

Acredito que Santana virou Sucupira ao inverso: NÃO PODEMOS TER MORTOS!

Já temos nosso Odorico Paraguaçu Tupiniquim, está aqui em Santana, quebrando as calçadas internas de movimentação de nosso cemitério para proceder seus enterros!

Logo a dica que dou: “Fique em casa”, pois aqui você não tem nem como descansar em paz!

Para matar as saudades aconselho ver a inauguração do cemitério de “bem-amado”, abaixo o vídeo, bom para dar umas risadas:

Autor: Mário Antonio Marques Fascio (Fascio), é analista de sistema, um observador da vida política de nosso Município de Santana-AP.

Nota de pesar Ana Raquel Possas

Ao Eduardo da Raquel,

Desculpe tirar os títulos para esta mensagem, mas isto sei que neste momento é o que menos importa.

Meu amigo, gostaria de deixar registrado, o quanto Raquel e você foram especiais em nossas vidas (Keila e eu). Sei que neste momento de dor não podemos levar nenhuma palavra que lhe traga algum conforto, esperamos realmente que as palavras de nosso Senhor valam para o momento:

8 “Pois os meus pensamentos
não são os pensamentos de vocês, nem os seus caminhos são os meus caminhos”, declara o ­Senhor.

9 “Assim como os céus são mais altos
do que a terra, também os meus caminhos são mais altos do que os seus caminhos; e os meus pensamentos,
mais altos do que os seus pensamentos.

 Isaías 55:8,9

Palavras estas que você e Raquel nos ensinaram a trilhar, não falando, e sim com exemplos. Tenho certeza que do Céu, onde a Raquel se encontra, ela olha lá de cima é diz: “Valeu a Pena”. Valeu a pena pelo companheiro, pai e amigo que ajudou ela percorrer esta caminhada na terra.

Estamos muito tristes, eu e a minha esposa, e compartilhamos esta dor, dor esta que neste tempo de pandemia não podemos expressar como gostaríamos, que a vontade que temos era ir te dar um abraço e dizer que você é especial para gente. A morte infelizmente surge a qualquer momento e por vezes leva as pessoas que nos são especiais. Ficam as recordações de uma mulher maravilhosa que deu e ensinou muito a todos nós. A você, eu e Keila, deixamos os nossos sinceros pêsames!

(Mário da Keila e a Keila do Mário)