Câmara de Santana, aprova requerimento para a chamada de servidores municipais em especial a Secretária de Saúde Municipal.

Por requerimentos da vereadora professora Helena, presidente da r. casa de leis, foi aprovado ontem pela câmara municipal de Santana pedido de comparecimento da secretária de saúde municipal de Santana-AP, para explicar a operação expurgo!

Intitulada “Operação Expurgo”, a ação investiga irregularidades e aplicação indevida de quase R$ 2 milhões na contratação sem licitação de uma empresa para ações de limpeza e desinfecção visando o combate à Covid-19 no segundo maior município do estado.

Por Mário Antonio Marques Fascio (Fascio)

Vereador Genival Oliveira volta com tudo para exercer seu trabalho junto a Câmara de Santana

Na última terça-feira (19 )De maio de 2020 ,em seção extraordinária onilne da Câmara Municipal de vereadores de Santana, 17 Quilômetros da capital Macapá.
O Vereador Genival oliveira do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), solicita ao Prefeito da Cidade o Ofiney Sadala. Para novas adequações no programa”Ginástica Exercita Santana”.
Para transmissão online em todas as redes sociais do referido programa.
Dessa forma, a população continuará cuidando da saúde física e mental em casa.

Requisitou ainda, criação de software para o Município para que se possa acompanhar on line ,os caso de coronavírus, inclusive permitindo consulta on line para o munícipe.

Pediu ao prefeito providências no que tange a desinfecção dos carros que adentrarem ao município de Santana e por fim requereu o uso de farmácias de manipulação para que se dê solução aos remédios de assistência básica que estão com problemas de abastecimento em virtude da pandemia no Brasil e no mundo.

Reportagem:Ryan Araújo

#fiqueemcasa

O Estado e a Prefeitura de Santana no lockdown

Nogueira

Por Antonio Nogueira

A atual gestão do Município de Santana tem dado umas “barrigadas” imperdoáveis, em redação de documentos oficiais.

Os efeitos do DECRETO MUNICIPAL 659/2020 que institui o LOCKDOWN em SANTANA, com rodízio na circulação de veículos e fechamento do comércio não-essencial, já iniciaram no dia 16/05 (sábado). SÓ QUE NÃO!

Os redatores do Decreto e a falta de análise mínima de quem o assinou (o prefeito Ofirney), deixaram no Decreto a data de validade a partir do dia 16 passado, quando deveria acompanhar a data do Decreto estadual 1726/2020, que tem início somente a partir do próximo dia 19, terça-feira.

Ou seja, um Decreto com força de lei, banalizado pela incompetência de uma gestão fracassada que não consegue, sequer, fazer o “feijão com arroz” da parte mais básica de uma gestão.

DECEPCIONANTE!

Trio que preparava ataque contra rivais morre em confronto com o Bope em Santana, no AP

Submetralhadora, espingarda e pistola foram apreendidas no esconderijo dos suspeitos. Caso aconteceu na tarde desta sexta-feira (15) no bairro Paraíso.

Três homens suspeitos de integrarem uma facção criminosa foram mortos na tarde desta sexta-feira (15) durante troca de tiros com o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) no município de Santana, a 17 quilômetros de Macapá.

Eles estariam preparando um ataque contra um grupo rival ao deles, informou a corporação. O confronto aconteceu por volta de 13h numa casa no bairro Paraíso, localizada na Rua Tancredo Neves.

Dentro da residência foram apreendidas três armas de fogo: submetralhadora, espingarda e pistola. Os suspeitos baleados receberam atendimento médico, mas nenhum deles resistiu aos ferimentos e morreram no local. De acordo com o Bope, a ocorrência ainda está em andamento.

Fonte: https://g1.globo.com/ap/amapa/noticia/2020/05/15/trio-que-preparava-ataque-contra-rivais-morre-em-confronto-com-o-bope-em-santana-no-ap.ghtml

“Todo mecanismo que a gente tiver à disposição, temos que usar”, avalia médico responsável pelo Centro Covid-19 em Santana

André Franco é de Goiânia (GO) e veio para o Amapá coordenar a terceira unidade especializada em tratamento contra o coronavírus, no município de Santana. Médico considera positivo o protocolo próprio criado pelo estado para tratar a doença.

Railana Pantoja
Da Redação

O médico André Franco Ribeiro, diretor do Centro de Atenção à Covid-19 no município de Santana, avaliou na manhã desta quinta-feira (14) no programa radiofônico Luiz Melo Entrevista (Diário FM 90,9) que nesse momento de pandemia é importante usar “todo mecanismo que a gente tiver à disposição”. O médico, que é de Goiânia (GO), considera positivo o protocolo próprio que o Amapá criou para tratar a Covid-19.

“O estado do Amapá tem um próprio protocolo de atendimento. Ele é a Hidrocloroquina mais a Azitromicina, Annita ou o Ivermectina. A última pandemia que tivemos foi a da Gripe Espanhola, em 1918, ou seja, tem 102 anos. Naquela época a gente não tinha essa mobilidade social tão grande e ela persistiu por dois anos, morreram 50 milhões de pessoas. Nós não podemos chegar num número desse, estamos trabalhando para reduzir os casos graves e fatais. Então, todo mecanismo que a gente tiver à disposição, temos que usar”,  falou.

De acordo com André, é preciso arriscar. “Até decidirem se é bom ou não,  nós temos que usar e dar essa chance para o paciente, temos que permitir que o paciente tenha chance de se curar. Então, nós vamos usar que estiver à disposição, dentro do quadro de ética e autorizado pelo Ministério da Saúde  vamos utilizar para tratamento desses pacientes”, complementou.

Reinfecção

Alguns estudos mostram que algumas pessoas curadas da Covid-19 foram contaminadas novamente. “Todos os estudos que temos até hoje dizem que se você tem uma doença viral, você se torna imune a ela, isso é verdade e não tem o que contestar. Até agora foram prescritos no mundo apenas dois casos de reinfecção. A minha dúvida é a seguinte: todos sabem que o vírus é altamente mutável, será que essa nova infecção já não é uma mutação da Covid-19? O coronavírus é um vírus presente até nos cachorros, só que em outra versão, pois ele foi passando por mutação. O fato de algumas pessoas serem reinfectadas, como ocorreu no Japão, já nos faz pensar se não é outra mutação da Covid-19. Mas isso foram exceções”, analisa.

Temperatura

Algumas hipóteses de que o vírus não sobreviveria em regiões quentes já são descartadas.Isso é totalmente abandonado, na Itália se alastrou em época de inverno, e em Manaus a temperatura é totalmente oposta e se alastrou também. Beber água quente não mata o vírus, o que mata são os anticorpos, a defesa do organismo. O que a gente faz é tentar ajudar seu organismo resistir até que seus anticorpos consigam destruir o vírus”, finaliza André.


Fonte: https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/cidades/todo-mecanismo-que-a-gente-tiver-a-disposicao-temos-que-usar-avalia-medico-responsavel-pelo-centro-covid-19-em-santana/

Pacientes curados de Covid-19 em Santana recebem alta

David Sarmento Ramos ficou internado no Centro de Antenção ao Covid-19 em Santana e recebeu alta na manhã dessa sexta-feira após ser tratado com cloroquina.

O primeiro pacidente curado de Covid-19 recebeu alta na manhã dessa sexta-feira, 15, do Centro de Atenção Covid-19 de Santana. David Sarmento Ramos, 60 anos, é de Santana e estava internado na rede pública desde o dia 8 de maio. Ele ficará em isolamento domiciliar ainda por 10 dias como medida preventiva para garantir a recuperação, não ter risco de nova contaminação nem disseminar a doença.

De acordo com o médico André Franco Ribeiro, diretor técnico do Centro Covid-19 de Santana, a recuperação do paciente foi considerada excepcional e surpreendeu até os profissionais de saúde. A idade, 60 anos, coloca o paciente no grupo de risco, o que aumenta a preocupação dos técnicos da assistência.

Enfermeiros, técnicos, médicos e outros profissionais fizeram um corredor na saída com balões e palmas para receber o paciente que se despedia da internação. “Fiquei muito agradecido com o tratamento e a paciência que tiveram comigo. Desejo que Deus os proteja nesse trabalho e nada aconteça,=”, comentou ele na saída. David Sarmento contou ter ficado impressionado com o que viu durante a internação por causa do Covid-19. “Vi pessoas sofrendo muito ao meu lado e até morrendo sem que eu pudesse fazer alguma coisa”, lembrou.

A superintendente-executiva do IBGH, Organização Social que faz a gestão do Centro Covid-19 de Santana, Lázara Mundin, liderou o pelotão que esperava a saíde de David Sarmento Ramos na entrada da enfermaria. “Esperamos que o senhor tenha sido bem tratado e ficou satisfeito, porque nosso lema é acolher e cuidar”.

Pioneira

A primeira paciente intenada no Centro de Atenção ao Covid-19 de Santana foi Juliana do Nascimento Pereira, de 30 anos. Ela chegou na unidade dia 12 e no início da tarde dessa sexta-feira também recebeu alta, podendo ir para casa com a recomendação de isolamento domiciliar.

O médico André Franco Ribeiro explica que o tratamento contra a Covid-19 no Centro de Atenção de Santana está seguindo um protocolo rigoroso de uso do coquetel descrito em ordenamento governamental com prescrição de cloroquina, azitromicina, nitazoxamida e ivermectina.

Fonte: https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/cidades/pacientes-curados-de-covid-19-em-santana-recebem-alta/

Centro Covid-19 em Santana também atende população de outros municípios

Santana é o segundo município mais afetado pelo novo coronavírus, com registro de 461 casos confirmados e 13 óbitos até esta quarta-feira (13).

Railana Pantoja
Da Redação

Segundo município mais afetado pelo novo coronavírus no Amapá, Santana passa a ter um Centro de Atenção à Covid-19. Até esta quarta-feira (13), de acordo com o boletim estadual, Santana registrava 461 casos confirmados e 13 óbitos.

De acordo com o médico André Franco Ribeiro, diretor da Unidade, nesta quinta-feira (14) quatro pacientes estão internados na UTI e outros oito estão na enfermaria sendo tratados. Além de atender a população santanense, em caso de necessidade o Centro atenderá pacientes de outros municípios.

“Estaremos recebendo agora, por volta de 12h, um paciente de Laranjal do Jari, vem pela UTI aérea, e ele vai ser encaminhado para fazer ventilação mecânica. Desses pacientes que temos internados, dois apenas são originados em Santana, os outros são todos de Macapá”, disse.

O gestor garante que o Centro tem boa estrutura equipada. “As seis unidades de UTI têm monitores, quatro bombas de infusão cada leito e um ventilador de última geração e alta tecnologia. O governo está implantando mais 20 leitos nessa unidade e a gente acredita que em uma semana possa estar funcionando para atender os pacientes. Mas, mesmo assim, se a gente for ver as estatísticas, isso ainda pode ser uma quantidade pequena”, pontua.

Por enquanto, um médico, um enfermeiro, três técnicos de enfermagem, uma nutricionista, um fisioterapeuta, um assistente social e uma farmacêutica fazem o atendimento no Centro.

Gestão

A gestão do Centro Covid-19 em Santana é feita pelo Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar (IBGH), uma organização social de saúde que também é responsável pela UPA Zona Sul, em Macapá. A equipe técnica veio de Goiânia (GO) para atuar no Amapá.

“São pessoas que trabalham há muito tempo com essa área de urgência e emergência. Ontem (13) chegaram 3 médicos que vieram fazer curso de formação, é um protocolo que o IBGH tem. Todos os integrantes, desde o pessoal da faxina até os médicos, têm que ser capacitados para cuidar de um paciente com doença altamente transmissível. Se a gente não tiver cuidado com a equipe de trabalho vamos perder esses profissionais também ao longo do tempo, eles vão adquirir a doença, serão afastados, e a gente vai ficando sem mão de obra”, finalizou o diretor.

Fonte: https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/cidades/centro-covid-19-em-santana-tambem-atende-populacao-de-outros-municipios/

PF faz prefeito calçar sandálias da humildade

Sadala cita Nogueira ao se defender de estrago da Operação Expurgo; PF faz prefeito calçar sandálias da humildade

Agora no olho do furacão, de repente Ofirney Sadala, conhecido por sua arrogância e brutalidade no meio político, calçou as sandálias da humildade em sabatina virtual com vereadores em sessão ontem a noite e chegou citar o caso envolvendo o ex-prefeito Nogueira, que depois de anos teve seu emprego retomado por decisão do STJ, reformando decisão do Tjap que lhe tirou o cargo público.

Agora com a pecha da corrupção em seu governo com direito ao carimbo da PF, não pode mais arrotar moralidade contra seus adversários como foi feito dias atrás em áudio que viralizou nas redes, onde associou Nogueira à corrupção.

Uma semana depois Sadala mudou a tônica do discurso de arauto da moralidade. O homem tirou a toga de juiz ou promotor de acusação e passou a usar o batom da OAB pra defender o Estado de Direito e a presunção da inocência para sustentar a inocência da sua pupila predileta, que ocupou os holofotes por guardar 10 mil no colchão com direito a dólares e euros, que valem ouro em tempos de pandemia.

Na contramão, Nogueira teria dito com seus botões: “No meu governo a PF nunca bateu na porta da Prefeitura ou arrombou portão de secretário”.

Na República de Almerim instalada na PMS e no clã Sadala, o pânico toma conta dos puxas e baba ovos que viram o telhado da sua casinha desabar.

A frase “a mão que nomeia é a mesma que exonera e encaminha ao Ministério Público”, proferida em sua diplomação não passou de discurso boquirroto, escrito em pedaços de papel higiênico e depois utilizado para as necessidades ao sentar no trono do vaso sanitário e depois ser despejado junto com suas asneiras no esgoto da política que ele tanto condenou.

Vale lembrar que pimenta nos olhos dos outros é refresco!

Em tempo: Deixo uma das frases do arauto de Almerim pra nossos leitores saborearem.

Por Heverson Castro

Fascio, defende em redes sociais uma transparência mais democrática no dinheiro do Covid19.

Assim como o governo e a prefeitura divulgam todos os dias o boletim “Coronavírus” com o número de pessoas infectadas, mortas, curadas etc, vou sugerir que também divulguem simultaneamente e da mesma forma o valor dos Recursos Federais Recebidos (RFR) e como estão sendo usados.

QUEREMOS O “BOLETIM RFR” nas redes sociais, não somente no “Portal da Transparência”. Você também apoia essa sugestão? Então compartilhe! Juntos contra a corrupção.

Por – Mário Antonio Marques Fascio (Fascio)