Levanta e Resplandeça! (Isaias 60:1)

Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti;

Há promessa nessas palavras e uma ordem direta do Senhor: Israel, levanta-te e resplandece, e a glória do Senhor vai nascendo sobre ti. Mas o que isso quer dizer?

Transporto-me a um tempo em que ouviria essas palavras e seria um espectador da grandeza e maravilhosa glória do Senhor vindo sobre a terra dos seus filhos, da sua criação. Deparo-me agora, contemplando a maravilhosa graça do Senhor com a Nova Jerusalém descendo dos céus para que tenhamos uma nova vida, um novo corpo, uma herança eterna.

O trono de Cristo está no meio da cidade, e sua glória alumia todo o mundo. De lugares distantes é possível admirar o seu resplandecer.

Poderíamos muito bem contemplar essa passagem desta maneira, mas ao lermos todo o capítulo, percebemos que é de fato uma promessa, mas uma promessa para tempos que antecederiam o retorno do Messias. Tempos que ao pegarmos a história da humanidade, já aconteceram e seguem acontecendo nos dias contemporâneos.

Parte da promessa se cumprindo: Levanta-te!

O movimento histórico conhecido como Sionismo (ocorrido com o retorno de milhares de judeus para Israel – ainda território palestino) talvez seja um interlúdio da promessa contida em Isaias 60.

O movimento migratório em questão durou até o final dos anos 30, do século XX. Àquela ocasião, o território era ocupado por árabes, o que gerou diversos conflitos entre judeus e palestinos – algo impensado quando lemos a palavra e as promessas de Deus para com Abraão.

Resplandece, por que vem a tua luz

Em 1948, Israel se torna um Estado, em outras palavras, passa a ser notado por toda a humanidade. Israel resplandece e renasce. E sabe o que é mais interessante quando examinamos a história dos homens? Um brasileiro foi o responsável por aprovar a Resolução 181, que decretou a formalização de Israel. Trata-se do então presidente da Assembleia Geral da ONU, o senhor Oswaldo Aranha – que Deus o abençoe imensamente. A ele e a seus descendentes!

A glória do Senhor vai nascendo sobre ti

Lembre-se, estou analisando à luz dos homens essa primeira passagem, e quando penso em “a glória do Senhor vai nascendo sobre ti”, imagino Israel ganhando destaque e sendo aos olhos da terra, um lugar abençoado e próspero; uma terra que de fato emana leite e mel!

Segundo a Agência Brasil, apesar dos conflitos que fazem parte da história e do cotidiano da região, Israel conseguiu se estabelecer como uma democracia estável, e tem a economia mais desenvolvida da região, com um PIB de cerca de 318 bilhões de dólares.

Peço que não entenda como riquezas materiais sendo a glória do Senhor nascendo sobre quem quer que seja, porém, seria inevitável como um Estado, uma Nação, não se destacar no sentido do desenvolvimento financeiro.

Além de tudo isso, Israel se destaca por suas mentes brilhantes e suas vitórias contra exércitos infinitamente maiores e mais poderosos.

Entenda o momento em que Isaías profetizou tais palavras

Os tempos eram difíceis para o povo, Israel estava sob opressão da invasão de Jerusalém pelos exércitos do rei da Assíria.

A princípio, Isaías poderia ser até taxado de louco por homens do exército inimigo, mas Deus estava usando aquele homem para que através dele todo o povo pudesse se encorajar e enfrentar aquele momento de grande adversidade na história de Israel, que por sinal, tem dezenas de milhares de momentos tenebrosos. Culpa de Deus? Não, culpa de um povo escolhido para ser o refrigério de um mundo caótico, sendo na verdade, contagiado por este caos.

Jesus se encaixando nas palavras de Isaías

Jesus veio para salvar e redimir todo aquele que havia se perdido, pois já não era possível enxergar a Deus, sobretudo, ouvir a sua voz. Nós estávamos em declínio constante, caminhando a passos largos para o lago de fogo, e então Cristo LEVANTA de seu trono e se faz o Emanuel, resplandece para toda a humanidade e traz consigo a luz da glória do Pai que nasce sobre todos os homens, essa luz era o véu se rasgando e o Filho de Davi afirmando: Está consumado!

Caminhe comigo pelo capítulo 60

E os gentios caminharão à tua luz, e os reis ao resplendor que te nasceu. (v. 3)

Veja que Isaías, ainda que pudesse falar a respeito de outras situações, apontava para Cristo. Qual resplendor que ao nascer de Israel, fez gentios e reis caminharem em sua direção? É impossível, amado irmão, acreditar que o Velho Testamento (como muitos apregoam) não é parte importante ou que já não se faz necessário o seu uso em conjunto com o Novo Testamento.

Acredite, creia, entenda: toda a bíblia aponta para um mesmo personagem, Jesus Cristo, o Messias filho de Deus. Não há como duvidar de algo que é claro e evidente. É impossível acreditar, como muitos intelectuais de araque, que esse livro é apenas um aglomerado de outros pequenos livros, de um povo de imaginação fértil.

As promessas no século XX

Como é bonito enxergar não somente na bíblia, em histórias onde o povo voltava caminhando feliz do exílio na babilônia, mas contemplar o cumprimento das palavras do Senhor em tempos próximos ao nosso. Em 1948 Israel olhou em redor e viu, como diz o verso 4 do capítulo 60, no livro de Isaías, seus filhos voltando de longe e suas filhas tornando a serem criadas ao seu lado, nos seus seios. É de maravilhar poder presenciar a história acontecendo. Ainda, seguindo adiante, no versículo seguinte, não consigo resistir à euforia quando leio “então o verás, e serás iluminado, e o teu coração estremecerá e se alargará; porque a abundância do mar se tornará a ti, e as riquezas dos gentios virão a ti.” Vejo, ainda que teologicamente possa ter outra explicação e análise a abundância do mar tornando a Israel como sendo seus filhos regressando ao lar de outrora. E as riquezas dos gentios sobrevindo junto a eles nas embarcações. Note, muitos vieram de outros continentes em embarcações, enquanto muitos em voos, conforme podemos ler ao verso 8: Quem são estes que vêm voando como nuvens, e como pombas às suas janelas?”.

A mão forte do Senhor sobre Israel

Você ainda tem dúvidas de que Israel é a menina eleita do Senhor? Ainda crê que de lá não nascerá um novo sol capaz de conduzir o mundo ao prumo que necessita estar?

Veja o que diz na parte 12 do mesmo capítulo: “Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão; sim, essas nações serão de todo assoladas.”

Como odiar a quem Deus ama? Como ter prazer em ferir a quem Deus cuida?  Amigo, eu amo Israel. E não o amor por medo do que Deus possa fazer a mim, antes, sou apaixonado pela nação de Israel em decorrência de tudo o que Deus ainda opera à humanidade a partir daquele lugar.

Eu amo Israel porque foi de lá que o Messias me salvou. Foi de lá que Deus teve compaixão para com um mundo perdido e sem maiores ascensões. E é de lá que Cristo reinará para todo o sempre e será adorado como o Rei dos reis para toda a eternidade.

Levanta-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR vai nascendo sobre ti;

Ande, faça-se notável, pois há uma iluminação da glória do Senhor nascendo por sobre a sua vida. Não, isso não significa que haverá facilidades para você, tampouco que sua conta bancária está repleta e recheada de zeros. Isso significa que a partir da sua vida, as bênçãos liberadas dos céus caminharão em direção a outras vidas que necessitam do agir e intervenção de Deus. Noutras palavras, levantar-se, deixar ser visto por Cristo e caminhar com a luz da sua glória sobre sua vida, significa ser servir, antes de ser servido.

Amigo, Isaías pode estar falando a respeito da sua vida no primeiro verso de um capítulo incrível. Deus te chama a levantar-se e resplandecer, pois sobre ti a luz e a glória do Senhor querem nascer. É sobre essa pedra que Cristo deseja edificar a sua igreja, assim como fizera com Pedro.

Não tenha medo de aceitar o alistamento proposto por Yaveh. Aceite o que Ele tem a lhe oferecer, pois certamente você será recompensado com a maravilhosa benevolência do Senhor sobre a sua vida.

Servir a Deus não significa que você está liberto do sofrimento, mas te garante conforto em meio às lágrimas caídas dos seus olhos. Não recue ao chamamento do Senhor, não retroceda ao grave da voz do redentor invocando: “LEVANTA-TE!”

Irmãos, se foi Cristo quem mandou, faça como Josué, não temas. Pois de certo que os muros de Jericó cairão ao soar das trombetas e o marchar de um exército forte e poderoso vindo das regiões celestiais em teu socorro. Não temas, não temas e não recue. Levanta-te e resplandeça em prol de um porvir sob a Nova Jerusalém que descerá do céu, diretamente do trono celestial daquele que nos deu o sopro de sua vida.

Graça e paz!

Mário Antonio Marques Fascio

Presidente da IVPD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *