Coisas ruins acontecem com pessoas boas

Primeiramente, nenhum de nós somos bons verdadeiramente, pois temos em nós o pecado a partir da queda. Mas pela misericórdia do Senhor que por amor de nós se entregou para tivéssemos esperanças de vida eterna.

Coisas ruins acontecem com pessoas boas e pessoas más. Coisas ruins acontecem com pessoas boas e com o Filho de Deus, que estava acima de qualquer bondade que possa existir no mundo.

Coisas ruins acontecem o tempo todo com todos, não importa o país, a classe social ou o número do sapato de calça.

Coisas ruins acontecem, mas coisas boas sobrepõe a toda maldade

Você lembra quando Deus disse a serpente que ela feriria o calcanhar da mulher, porém a sua descendência lhe pisaria à cabeça? Ali Deus deixou claro e evidente de que coisas ruins aconteceriam, mas as boas iriam sobrepor a tudo que fosse iníquo. A descendência a qual o Criador se referiu foi a vinda de Cristo, quando ressurreto tomou das mãos da morte a chave da vida e indicou que somente Ele era o caminho, a verdade e a vida, e que ninguém, absolutamente ninguém poderia chegar ao Pai se não fosse através da sua pessoa (João 14).

Coisas boas acontecem para pessoas ruins

Pois é, coisas boas acontecem com você e comigo, pessoas ruins por natureza, vejamos em Hebreus 6:9-11: “Quanto a vos outros, no entanto, ó amados, estamos convencidos de que a vossa situação é muito melhor, sendo beneficiados com as bênçãos decorrentes da salvação. Porquanto Deus não é injusto para se esquecer do vosso trabalho e do amor que revelastes para com o seu Nome, pois servistes os santos, e ainda os servis. Desejamos, contudo, que a cada um de vós demonstre o mesmo esforço dedicado até o fim, para que tenhais a plena certeza da esperança.”

Somos beneficiados pelas bênçãos que vem diretamente do altar celestial, mediante a isto, as coisas boas acontecem para pessoas ruins na mesma medida que as coisas ruins acontecem com pessoas boas. Estamos no mundo, sendo assim, estamos propícios a toda situação que implica à vida.

Entenda que no mundo teremos aflições

Não podemos viver de lamúrias, acreditando que nada de ruim pode nos acontecer pelo simples fato de vivermos com Deus, de sermos íntimos e servos fiéis. Você está muito enganado, e se pensar dessa maneira pode se considerar um filho mimado que não aceita as circunstâncias já reveladas nas escrituras.

Não devemos acreditar em músicas que dizem que os filhos da promessa não sofrem (os verdadeiros sofreram 400 anos de escravidão no Egito – leia o livro do Êxodo) ou que você não morrerá enquanto a promessa não se cumprir (Moisés morreu sem ver o povo adentrar à terra prometida – leia Deuteronômio 34). Deus age como quer, da forma que entende ser a melhor e cabe a nós aceitarmos a sua palavra final.

Desde o haja até os dias de hoje Deus permanece sendo o mesmo, imutável e cheio de glória.

Cristo declarou que no mundo teríamos aflições, mas que deveríamos manter o ânimo no topo, pois se Ele venceu o mundo, estamos com Ele e assim sairemos vencedores dessa guerra que não é nossa, todavia somos soldados combatentes alistados para a guerra sobrenatural onde apenas um será reconhecido como vencedor, e bem sabemos quem será, não é mesmo?

Pessoas ruins também podem ser salvos, se confessarem a Cristo como Senhor (Romanos 10:9).

Mário Antonio Marques Fascio

Presidente Administrativo da IVPD

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *