Empréstimo do BID apoia micro, pequenas e médias empresas no Brasil

dinheiro

Recursos viabilizarão financiamento a mais de 20 mil empreendedores

Já está na conta do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) empréstimo concedido nesta sexta-feira (18) pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) no valor de US$ 750 milhões (cerca de R$ 4 bilhões) para as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) brasileiras. Com a contrapartida de US$ 150 milhões por parte do BNDES, serão destinados recursos para as MPMEs nacionais de quase R$ 5 bilhões. O anúncio foi feito hoje pelo banco brasileiro.

Os recursos viabilizarão financiamento a mais de 20 mil empreendedores, que poderão acessar os recursos por meio das linhas disponíveis no BNDES, incluindo plataformas digitais. O crédito será utilizado também no fomento a soluções inovadoras de fintechs (empresas que oferecem serviços financeiros de baixo custo, normalmente por meio digitais como internet e maquininhas), com o objetivo de facilitar o crédito para as MPMEs.

Pandemia

Segundo destacou o BNDES, por meio de sua assessoria de imprensa, a operação ganha importância diante dos impactos trazidos pela pandemia do novo coronavírus e da necessidade de proteger os empreendedores nacionais do segmento das MPMEs que representam entre 41% e 53% das vagas de emprego no país. O presidente do BNDES, Gustavo Montezano, destacou a parceria de longa data existente com o BID para apoio a esse segmento empresarial. “Esse apoio vai ajudar a levar a pequenas e médias empresas ganhos de produtividade, sustentabilidade e solidez financeira, apoiando esses que são os nossos heróis nacionais”, disse Montezano.

Na avaliação do presidente do BNDES, a operação com o BID reforça também as iniciativas de digitalização em curso no banco, entre as quais o PEAC Maquininhas (modalidade de crédito garantido por vendas com máquinas de pagamento digital) e um fundo de crédito para fintechs, que oferece apoio mais ágil para as empresas, principalmente as de menor porte.

Para o representante do BID no Brasil, Morgan Doyle, o cenário trazido pela pandemia do novo coronavírus exige a combinação de forças ”para preservar o emprego, a renda e a capacidade produtiva, em especial em um contexto em que abrir uma empresa custa tempo e dinheiro que não podemos nos permitir desperdiçar. Nesse sentido, contar com a solidez e a presença nacional do BNDES é fundamental”, concluiu.

A operação integra recursos totais de US$ 1,88 bilhão (quase R$ 10 bilhões) que o BID destinou este ano para recuperação econômica de micro, pequenas e médias empresas no Brasil, diante da crise causada pela pandemia.

Fonte: Empréstimo do BID apoia micro, pequenas e médias empresas no Brasil – A Gazeta do Amapá (agazetadoamapa.com.br)

Eleitor macapaense decide neste domingo quem será o novo prefeito de Macapá

Josiel e Furlan

A disputa será entre Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania)

Neste domingo (20), as 292.718 pessoas aptas a votar em Macapá irão às urnas para escolher quem será o prefeito da cidade na legislatura 2021-2024. O segundo turno da disputa será entre Josiel Alcolumbre (DEM) e Dr. Furlan (Cidadania), os dois candidatos mais votados dos dez postulantes ao cargo. Será o oitavo prefeito de Macapá escolhido pelo voto direto.

Tão importante quanto decidir entre Furlan e Josiel é o comparecimento de mesários e eleitores às seções eleitorais observando as normas de segurança sanitária, uma vez que o Brasil volta a registrar um aumento nos índices de pessoas infectadas pelo novo coronavírus. Vale lembrar que o pleito ocorrerá das 7h às 17h, com atendimento prioritário aos maiores de 60 anos nas três primeiras horas de funcionamento das seções eleitorais.

No primeiro turno foi registrado o comparecimento de 217.161 (74,19%) eleitores e 75.557 abstenções, número que corresponde a 25,81% do eleitorado. Os votos em branco somaram 2,64% (5.740), e os nulos chegaram 4,38% (9.512). No primeiro turno, os eleitores macapaenses também escolheram 23 vereadores.

Perfis
Empresário e jornalista, José Samuel Alcolumbre, de 47 anos, mais conhecido como Josiel, nasceu em Belém (PA) e é filiado ao Democratas (DEM) desde 2010. Sua vice na chapa é Silvana Vedovelli (Avante). Eles concorrem pela coligação Macapá em Primeiro Lugar (PDT/PSC/PL/PV/PSDB/PSD/Solidariedade/PROS/Avante/Republicanos/PP/DEM).

Antônio Paulo de Oliveira Furlan, conhecido como Dr. Furlan (Cidadania), tem 47 anos e é natural da Costa Rica. Sua vice na chapa é Mônica Penha (MDB). Eles são candidatos pela coligação De Coração por Macapá (Cidadania/MDB/PMN).

Locais de votação

Neste domingo (20), Macapá terá o segundo turno das Eleições Municipais de 2020. Como os endereços de algumas seções eleitorais podem ter sido alterados em razão das medidas de segurança adotadas para prevenir a propagação da covid-19, é importante checar com antecedência o seu local de votação.

Serviços indisponíveis
Como ocorre sempre nos finais de semana de eleições, alguns serviços oferecidos pelos portais da Justiça Eleitoral estão indisponíveis desde a noite de sexta-feira (18).

O Sistema de Filiação Partidária (Filia), o Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias (SGIP) e o Sistema de Apoiamento a Partidos em Formação (SAPF) voltarão a funcionar após o término da totalização do segundo turno das eleições para prefeito em Macapá (AP), marcado para este domingo (20).

Outros serviços, como a certidão de quitação eleitoral e consulta ao local de votação, poderão sofrer instabilidades. Todos os sistemas voltarão ao funcionamento normal ainda na noite de domingo.

Fonte: Eleitor macapaense decide neste domingo quem será o novo prefeito de Macapá – Diário do Amapá – Compromisso com a Notícia (diariodoamapa.com.br)

Adolescente é morto a facadas e pauladas no Igarapé da Fortaleza

Vítima, de 13 anos, estaria ingerindo bebida alcoólica quando se desentendeu com uma mulher. Um elemento conhecido como ‘Nabau’ teria atacado o menor com pauladas e facadas.

Elden Carlos
Editor-chefe

Um adolescente, de 13 anos, foi morto a facadas e pauladas no início da madrugada desta segunda-feira (14) no Igarapé da Fortaleza, área limítrofe entre os municípios de Macapá e Santana. O Centro Integrado em Operações da Defesa Social (Ciodes) registrou o caso a 0h36. A irmã da vítima declarou que o adolescente havia chegado do interior há cerca de dois dias.

Apesar da pouca idade ele estaria fazendo ingestão de bebida alcoólica no local com outras pessoas quando houve um desentendimento com uma mulher. Ainda de acordo com o Ciodes, durante a discussão um elemento identificado pela alcunha de ‘Nabau’ passou a desferir as pauladas e facadas no menor.

O resgate médico foi acionado. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi deslocada para o local onde constatou o óbito. O delegado Pedro Manoel Vergara, da 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) de Santana requisitou a remoção do cadáver.

A Polícia Militar (PM) realizou diligências na região, mas não localizou o suspeito do homicídio. O corpo do adolescente foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico-Científica (Politec) para ser necropsiado.

Fonte: Adolescente é morto a facadas e pauladas no Igarapé da Fortaleza – Diário do Amapá – Compromisso com a Notícia (diariodoamapa.com.br)

Segundo turno: Josiel e Furlan disputam Prefeitura de Macapá no dia 20

Dos 217.161 votos totalizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Josiel recebeu 59.511 (29,47%) e Furlan garantiu 32. 369 (16,03%).

Josiel Alcolumbre (DEM) e Antônio Furlan (Cidadania) foram os mais votados pelos macapaenses neste domingo (6) e disputam o segundo turno das eleições municipais na capital do Amapá. Dos 217.161 votos totalizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Josiel recebeu 59.511 (29,47%) e Furlan garantiu 32. 369 (16,03%).

Perfil – Josiel

José Samuel Alcolumbre Tobélem, de 47 anos, mais conhecido como Josiel, é filho de Samuel Tobélem e Júlia Alcolumbre. Tem quatro irmãos, sendo um deles o presidente do senado, Davi Alcolumbre, e uma irmã. Aos 14 anos assumiu responsabilidades de trabalho com os pais e aos 16 foi emancipado, dando início à vida como empresário.

Josiel é casado há 25 anos com Lene Tobélem, com quem tem uma filha, Raquel. É jornalista, filiado ao Democratas (DEM) desde 2010, preside o Diretório Municipal do partido em Macapá e é primeiro suplente de senador desde 2014. Disputando a Prefeitura, Josiel tem Silvana Vedovelli (Avante) como vice.

Perfil- Furlan

Antônio de Oliveira Furlan é médico cardiologista, atualmente cumprindo o terceiro mandato como deputado estadual, pelo partido Cidadania, é casado e pai de sete filhos. Em 2010 disputou sua primeira eleição para deputado estadual e desde então concilia a vida de parlamentar com a Medicina.

Nascido em 9 de julho de 1973, em San Jose, Costa Rica, Dr. Furlan tem mestrado em Cirurgia Cardiovascular e em 2003 veio para Macapá implantar o serviço de cirurgia cardíaca no estado. Para Dr. Furlan, “pra ter uma cidade inteligente você precisa cuidar das pessoas”, e é com esse ideal que o candidato defendeu algumas propostas.

Imagens: Gabriel Penha e Joelson Palheta

Conexão Gospel no ar

Novo programa na rádio 105,9 FM em Santana/AP, todo sábado, começando as 20:00h e terminando 00:00h, Conexão Gospel, diretor Mário Fascio, apresentação Guto Gomes e Mário Fascio, muito louvor, oração, pregação da palavra, curiosidade bíblicas e muita descontração, não percam, um programa que vale a pena ser visto!

Por: Mário Antonio Marques Fascio (Fascio)

Amapá tem mais de 19 mil casos confirmados de coronavírus

Matemática do covid

O Governo do Amapá atualiza nesta quinta-feira,18, o boletim informativo sobre a situação do novo coronavírus no estado. Agora, são 19.387 casos confirmados e 10.740 em análise laboratorial. Os testes também descartaram 14.708 casos suspeitos.

O boletim de agora traz 769 novos casos confirmados, sendo 149 em Macapá, 168 em Santana, 42 em Laranjal do Jari, 20 em Mazagão, 47 em Oiapoque, 61 em Pedra Branca, 76 em Porto Grande, 8 em Serra do Navio. 52 em Vitória do Jari, 29 em Tartarugalzinho, 15 em Amapá, 13 em Ferreira Gomes, 38 em Cutias e 51 em Calçoene.

A atualização inclui também 4 novos óbitos ocorridos em Macapá, no período de 13 a 21 de maio. Todos estavam sob investigação.

Os óbitos são de duas mulheres de 43 e 69 anos, ambas sem comorbidades declaradas e falecidas no Centro Covid 2. Também faleceram dois homens, ambos sem comorbidades declaradas. Um deles, de 58 anos, no Centro Covid 2; o outro, de 72 anos, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Álvaro Corrêa.

Assim, o Amapá chega a 342 mortes em 15 municípios. (Macapá 208 / Santana 45 / Laranjal do Jari 38/ Mazagão 6/ Oiapoque 8/ Pedra Branca do Amapari 5/ Porto Grande 5/ Serra do Navio 4/ Vitória do Jari 10/ Tartarugalzinho 1/ Amapá 4/ Ferreira Gomes 2/ Cutias do Araguari 2 / Calçoene 2/ Pracuúba 2).

Entre os recuperados, estão 8.766 pessoas. (Macapá 4.072 / Santana 537/ Laranjal do Jari 1.561 / Mazagão 158/ Oiapoque 637/ Pedra Branca 664/ Porto Grande 107/ Serra do Navio 284/ Vitória do Jari 123/ Itaubal 55/ Tartarugalzinho 196/ Amapá 83/ Ferreira Gomes 123/ Cutias do Araguari 68/ Calçoene 90/ Pracuúba 8).

Dos 19.387 casos confirmados:

  • Macapá: 8.111
  • Santana: 2.448
  • Laranjal do Jari: 2.402
  • Mazagão: 619
  • Oiapoque: 1.164
  • Pedra Branca: 1.669
  • Porto Grande: 472
  • Serra do Navio: 351
  • Vitória do Jari: 608
  • Itaubal: 156
  • Tartarugalzinho: 243
  • Amapá: 206
  • Ferreira Gomes: 204
  • Cutias do Araguari: 314
  • Calçoene: 330
  • Pracuúba: 90.

Já em relação aos casos suspeitos, os municípios declaram 16.005, sendo:

  • Macapá: 8.455
  • Santana: 2.478
  • Laranjal do Jari: 2.001
  • Mazagão: 430
  • Oiapoque: 316
  • Pedra Branca do Amapari: 10
  • Porto Grande: 320
  • Serra do Navio: 60
  • Vitória do Jari: 681
  • Itaubal: 15
  • Tartarugalzinho: 403
  • Amapá: 95
  • Ferreira Gomes: 67
  • Cutias do Araguari: 515
  • Calçoene: 40
  • Pracuúba: 119

O número de pessoas com Covid-19 em isolamento hospitalar nas redes pública e privada é de 256 pacientes, sendo 150 casos confirmados e 106 suspeitos.

Entre os casos confirmados, 127 estão no sistema público (47 em leito de UTI /80 em leito clínico) e 23 estão na rede particular (17 em leito de UTI /3 em leito clínico).

Já entre os casos suspeitos, 32 estão no sistema público (1 em leito de UTI /31 em leito clínico), e 74 estão na rede particular (13 em leito de UTI /61 em leito clínico).

Em isolamento familiar: 10.129

Todos estes dados são do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL/AP) e do Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (CIEVS), que auxiliam o Centro de Operações de Emergência em Saúde Pública (COESP) – dispositivo criado pelo Governo do Amapá para gerenciar a crise de COVID-19 no estado.

Eleições 2020: “Se Marcivânia vier, ela engessa Ofirney”, diz Nogueira

O ex-prefeito de Santana, Antonio Nogueira, disse durante entrevista ao programa O Debate que, se caso, a professora Marcivânia vier a ser candidata à Prefeitura, ela deixa o atual gestor da cidade, Ofirney Sadala engessado, ou seja, deixa-o limitado para a disputa.

“Ao meu entender ela deixa o atual prefeito Sadala engessado. Ele vai ter o que é dele, mas ele perde a possibilidade de crescimento”, disse Nogueira.

Nogueira afirma ainda, que, com a possível candidatura de Marcivânia, além de inviabilizar a reeleição de Sadala, ela passa a disputar diretamente com uma candidatura da Frente por Santana, a qual ele coordena.

Nogueira diz que Marcivânia engessa Ofirney na disputa.

“Ela passa a disputar direto com a candidatura da Frente por Santana, que será o Bala, Isabel ou Jory. Ela vai disputar aqui e o Ofirney ficaria lá pelo 3º lugar.

A análise do ex-prefeito indica uma possível polarização de candidaturas entre Marcivânia e a candidatura da Frente por Santana, ainda a ser definida entre os nomes: Bala, Isabel ou Jory.

Marcivânia vem mesmo?

Apesar dos muitos pedidos vindos da sociedade para a professora Marcivânia disputar a eleição, ela ainda não comunicou se vai ou não ser candidata.

Fonte: https://santana360.com.br/2020/06/17/eleicoes-2020-se-marcivania-vier-ela-engessa-ofirney-diz-nogueira/

Desembargador nega pedido de ex-deputada para reformar decisão em processo da 4ª Vara Cível

desem. Carlos Tork

Alvo de ação de improbidade, Mira Rocha pretendia prova pericial em declaração sobre locação de veículos.

Considerando ausente o requisito da probabilidade do direito, o desembargador Carlos Tork, do Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP), indeferiu pedido de tutela antecipada em agravo de instrumento interposto pela ex-deputada estadual Mira Rocha (Elizalmira do Socorro Rocha Arraes Freires), buscando reformar decisão proferida em processo que tramita na 4ª Vara Cível e de Fazenda Pública da Comarca de Macapá que indeferiu o pedido de realização de prova pericial.

A defesa da ex-deputada esclarece que, no processo principal – ação de improbidade -, a petição inicial apresentada traz termo de declaração de Maicon de Souza dos Santos informando que nunca realizou locação à Mira Rocha, porém em manifestação preliminar ela junta contratos de locação assinados por Maicon, restando evidente a necessidade da prova pericial.

Ela requereu o deferimento de efeito ativo ao recurso, com o objetivo de atribuir efeito suspensivo ou mesmo conceder a antecipação de tutela, no sentido de deferir a produção da prova pericial por entender necessária a produção da prova pericial grafotécnica, sob pena de violação do contraditório, da ampla defesa e da verdade real, uma vez que na ação principal o Ministério Público traz como prova o depoimento de  Maicon dos Santos no sentido de que nunca realizou locação à então deputada. No caso, a prova demonstraria que a testemunha do MP-AP faltou com a verdade.

De acordo com o desembargador, no caso dos autos, ao contrário das alegações de Mira Rocha, não há dúvida quanto à assinatura do contrato de locação, uma vez que da petição inicial apresentada na ação de improbidade colhe-se que o Maicon Santos foi ouvido e informou que não realizou a locação dos veículos.

“Especificamente, da petição inicial consta: “Para explicar o que ocorrera, o proprietário da empresa Locamais expôs que, no mês de agosto de 2011, seu contador, Roger Cezar de Melo Miranda, o procurou a fim de que o declarante (Maicon) firmasse contrato de locação de veículo com Elizalmira do Socorro Arraes Freire, e o assinou, no entanto, uma semana após a assinatura, questionou ao contador quanto ao contrato assinado, este o informou que a locação não teria ocorrido. Ou seja, do trecho resta incontroverso que o contrato de locação teria sido assinado por Maicon, situação que torna desnecessária a realizaç&ati lde;o da perícia grafotécnica requerida”, cita Carlos Tork na decisão.

Fonte: https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/politica/desembargador-nega-pedido-de-ex-deputada-para-reformar-decisao-em-processo-da-4a-vara-civel/

Partido dos Trabalhadores contesta projeto de lei que pretende criar Guarda Municipal de Santana

Nogueira

Antônio Nogueira fala em oportunismo eleitoral e diz que o projeto já existe desde 2000.

O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) no Amapá, Antônio Nogueira de Souza, contestou a proposta anunciada pela prefeitura de Santana acerca do projeto de lei que cria a Guarda Municipal de Santana (GMS), encaminhada à Câmara de Vereadores pelo prefeito Ofirney Sadala (Avante). Segundo Nogueira, que foi vereador, prefeito de Santana e deputado federal, o projeto é oportunista, ilegal e impraticável.

Ofirney Sadala enviou ao Poder Legislativo municipal o projeto de lei que cria a Guarda Municipal de Santana, órgão que será responsável pela proteção do patrimônio público, policiamento preventivo, operações no trânsito, além de outras atribuições.

Segundo o texto enviado à Câmara, o ingresso na GMS será por meio de concurso público, com 20% das vagas destinadas às mulheres. O projeto também detalha a estrutura organizacional da corporação, que será regida por estatuto próprio.

A expectativa do prefeito é que a criação da Guarda Municipal seja aprovada ainda em 2020. A presidente da Câmara, Helena Lima (PRP), informou que não teve conhecimento do projeto, mas explicou que a primeira medida será analisar a matéria e encaminhar à Secretaria Legislativa para que seja colocada em pauta para leitura. Depois, o projeto tramita nas comissões, onde recebe os pareceres, e volta à presidência para análise, antes de ser levado a plenário para discussão e votação.

Segundo o presidente estadual do PT, o projeto de Ofirney Sadala é oportunista por estar sendo apresentado em período eleitoral, na tentativa de tirar proveito político; ilegal por estar criando despesa nova em pleno período eleitoral e, ainda, sem previsão orçamentária, ferindo de morte a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF); e impraticável porque, se o prefeito não está conseguindo pagar em dia nem os servidores efetivos da gestão, como irá pagar a folha da Guarda Municipal que é uma das mais altas, pois os sal&a acute;ri os dos agentes deverão ser equivalentes a de policiais militares em carreira inicial, com plantões e fardamento, além de viaturas e EPIs

“Uma ação dessas deve ser planejada pelo menos dois anos antes, para poder fazer as previsões orçamentárias devidas, com os cortes em outras áreas, e providenciar, previamente, a construção de prédio próprio e compra de viaturas, através de emenda parlamentar”, afirma Nogueira.

Segundo ele, a Guarda Municipal de Santana foi criada na Lei Orgânica Municipal no ano 2000, cuja proposta foi de sua autoria, quando vereador, cabendo, agora, a sua implantação, no momento em que for favorável econômica e orçamentariamente.

O que o prefeito quer, me parece, já sentindo que não vai se reeleger, por conta do grande desgaste junto à população santanense, é ficar para a história como o prefeito que implantou a Guarda Municipal de Santana, deixando o “pepino” para ser descascado por quem vier lhe suceder na gestão municipal. Esse é um ato irresponsável, ilegal e totalmente sem cabimento, num tempo em que devemos juntar todos os recursos possíveis para o combate ao coronavírus, e não criar despesas sem necessidade urgente, finaliza o petista.

Fonte: https://www.diariodoamapa.com.br/cadernos/politica/partido-dos-trabalhadores-contesta-projeto-de-lei-que-pretende-criar-guarda-municipal-de-santana/

PC recupera lancha furtada em Santana e investiga ação de ‘ratos d’água’

Delegada Luiza Maia, da 2ª DP de Santana, comandou operação que recuperou lancha furtada no dia 10 deste mês na marina da Fortaleza, em Santana. Embarcação foi localizada na Ilha de Santana.

Uma operação integrada entre as polícias Civil e Militar, do município de Santana, distante 17 quilômetros da capital, resultou na localização de uma lancha que havia sido furtada de uma marina no Igarapé da Fortaleza, Região Metropolitana de Macapá, no dia 10 deste mês.

Segundo a delegada Maia, da 2ª Delegacia de Polícia Civil de Santana, que preside o inquérito, é a quarta operação de resgate de embarcações furtadas naquela região no mês de junho. A delegada diz que a ação dos ‘ratos d’água’ se intensificou, mas que a polícia tem trabalhado para identificar os criminosos.

fotos: PC Amapá.

Após uma minuciosa investigação, apoiada pelo delegado Danil D’Ávila, a polícia conseguiu a localização de onde supostamente a embarcação estava escondida. Com apoio de policiais do 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM), sob comando do sargento Silva Santos, eles seguiram para um igarapé na Ilha de Santana, onde a lancha foi localizada.

A delegada explicou que o local é de difícil acesso e que os criminosos fugiram da área. “Localizamos a embarcação e percebemos que havia algo estranho no local. Decidimos fazer uma varredura no leito do igarapé e encontramos o motor que estava preso a uma corda. É uma prática para tentar esconder o produto do furto, mas logramos êxito na localização”, relatou a delegada.

Somente o motor recuperado está avaliado em cerca de R$ 60 mil. Agora, com a recuperação da lancha, a polícia vai trabalhar para identificar os ladrões e colocá-los na cadeia. A delegada apura se o furto dessa embarcação foi praticado pelas mesmas pessoas envolvidas nos outros crimes similares.

“Já temos alguns suspeitos, inclusive, nomes, mas nesse momento não vamos divulgar para não comprometer as investigações. Mas, certamente, será uma questão de tempo. É importante frisar que, além de ratos d’água, os envolvidos, possivelmente, integram uma facção. Após esses furtos, eles ligam para as vítimas exigindo pagamento para devolver o bem furtado. Os bandidos estão armados e prontos para o embate, mas vamos enfrentá-los e neutralizar qualquer tipo de ação contra o Estado [polícia] ou qualquer cidadão de bem”, alertou a delegada.

Imagens: Divulgação/PC